quinta-feira, 18 de março de 2010

Cade você

Você me afogou em wisky
pra depois me ressuscitar
você não é deus,
mais valeu por me agradar

Me trancou numa sala de fumaça
e me deixou doidão
Você não é o rei canabis
Mais valeu a intenção

Lembro daquela vez
você falava de cordas e navalhas
Mordidas de cobras
velhas e cabras
Seus olhos e suas sardas

Mais deixa que hoje
o tempo já se desfez
10 vezes, pedi pra você
cadê ?

Um comentário:

  1. as vezes melhor é ficar sozinho .

    adoro seus textos!

    ResponderExcluir